Fins para novos começos.

Pensando na fossa que é o fim, é meu povo, nesse caso é de namoro, casamento, ou rolo ou qualquer coisa que envolva você e outra pessoa mesmo. Só duas, com mais pessoas já é bagunça hein. Temos certas fases para esse período, eis que as apresento pra vocês:

1ª fase: Negação

Esse período é muito triste, eu sei. Acreditem, eu sei mesmo, mas vamos para a melhor parte: PASSA! Êê, passa mesmo. Não, não é caso de “eu nunca mais vou lembrar dessa pessoa e vou fingir que ela nunca existiu”, nos primeiros meses se for necessário finja isso, mas não é uma atitude muito madura, porque né…de uma maneira ou de outra, a pessoa foi importante pra você e te deu momentos felizes, até porque se não tivesse sido não teria acontecido nem durado né? A música triste também faz lembrar e faz chorar, vamos evitá-la e ir para a próxima fase.

2ª Choros e reclamações (ainda não sei porque essa fase, mas existe)

Aqui a música triste prevalece, e até a vírgula da letra te faz lembrar a pessoa. Vamos continuar evitando musicas tipo Jorge e Matheus, Adele ou qualquer uma que te faça lembrar do(a) fulano(a). Naquela vibe negativa em que a maioria fica, as pessoas tem o costume de colocar a culpa em outras pessoas, culpa no cachorro, no papagaio, na família da pessoa,nos amigos, na vizinha. Vamos parar, pode até ser que alguém se intrometa, queira fazer maldade e fofoca, mas se isso ocorre gente, é porque a outra pessoa e você também (essa é a parte difícil de acreditar) deixam isso acontecer. E infelizmente isso desgasta a relação, devido às discussões e todo aquele amor que existia não resiste. Além desse problema de colocar a culpa nos outros, depois do fim tem gente que ainda fala mal do(a) ex. Isso que eu acho mais absurdo, se era tão ruim assim, porque ficou/namorou/casou com a pessoa então? É ruim porque acabou? Tá ruim? Vai lá e termina e pronto. Pra quê falar mal? É mil vezes mais bonito e maduro simplesmente falar que chegou a um ponto que a relação não estava satisfatória, que era melhor o fim e pronto. Encerre o assunto e vá viver a vida e deixar a pessoa viver a dela. Porque aproveitar a sua vida e importunar a de fulano não dá.

3ª Aceitação

Depois dessa fase de negação, de choro e tals, vem a fase da aceitação. Aquela que você sabe que acabou, mas mesmo assim suas esperanças não acabam em relação a voltar com o relacionamento e quando você sabe ou vê que a pessoa tá seguindo a vida e feliz sem você é difícil e a fase de choro quer voltar. Um aviso: NÃO DEIXE. Saia de cena, vá comer um brigadeiro ou entre numa aula de artes marciais e desconte sua frustração e tristeza. Outra coisa é achar que se voltar vai ser feliz novamente. Tenho duas opiniões bem contraditórias sobre esse fato de retomar relacionamentos. A primeira é que não acredito muito em voltar e tudo ficar perfeito, a não ser que as duas pessoas tenham consciência do porquê terminaram a primeira vez e aceitem que para voltar elas tem que mudar, aí sim eu acredito que possa dar certo. A outra é que muitos voltam, terminam de novo, volta e por aí vai. Pode ser o amor da sua vida, aquele que faz seu coração bater mais forte, mas depois que isso acontece constantemente, a pessoa sabe que a outra nunca vai mudar o comportamento e manias que te irritam, porque já se acostumou a ser sempre perdoada, já virou bagunça e falta de vergonha na cara. E mais, falta de amor próprio, que é a próxima fase.

4º Amor próprio 

Essa é a melhor e mais bonita fase. As outras nem deveriam existir na verdade, mas infelizmente às vezes  existem. Você já superou o fim, sabe que você é mais importante do que qualquer pessoa no mundo, você dá bom dia pro sol e é assim que tem que ser. Passa a se valorizar e percebe que só assim, só se amando você realmente pode amar outra pessoa isso se for necessário. Aprende que ficar só também é bom, valoriza sua própria companhia, faz você se conhecer, achar seus pontos fortes, valoriza suas verdadeiras amizades e percebe que não é só de romance que se vive. Não se deve ser feliz para as pessoas, não devemos colocar nossa felicidade nas mãos de ninguém, ela é responsabilidade nossa. Não se pode querer ser feliz apenas como forma de vingança para que a pessoa sinta que você está mais feliz que ela, sentimentos não são competições. Ninguém sai ganhando nesse joguinho. Só se ganha quando se resolve ser feliz por si mesmo, pela felicidade em si.  As musicas tristes que te faziam lembrar a pessoa e chorar, agora só te fazem lembrar, quando lembra. E te faz rir, já não faz sentido chorar por alguém que não está mais na sua vida. Conhece novos lugares, novas pessoas, novas culturas e percebe que “felicidade é só questão de ser”, basta abrir lugar a ela na sua vida. Porque nada é perfeito, nem sempre estamos felizes, nem sempre o dia está bom e cheio de bons acontecimentos, só temos que aprender que tristeza também é aprendizado, lágrimas se transformam em sorrisos e as coisas boas devem se sobressair em meio às ruins.  E tem que perceber que todo fim é um começo de algo maior e melhor.

Beijos!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s